18 janeiro, 2013

Eu nunca...

Um certo dia a dona Bia veio com a idéia de fazer a nossa lista do "Eu nunca". Inspirada no blog 365 nuncas a idéia era fazer os nossos relatos também.
Eu no entanto, mãe alzhermística que estou, sempre me perco até nos itens mais básicos. Sendo assim resolvi fazer a minha lista mais completa, apenas uma vez... e dar um check na to-do-list, porque agora sou dessas obsessivas com listas e accomplishments.

Vamos lá então, apresento-os Eu nunca:
- fiquei com as unhas feitas por mais de 2 semanas
- fui loira, não conta aquele período de mechas antes de jogar o vermelho em cima
- fiz esportes radicais
- sai da América do Sul
- vi neve
- namorei o mesmo sexo
- quebrei algum osso do corpo
- fiz um cruzeiro
- falei para os meus pais o quanto eles são importantes pra mim
- completei um álbum de figurinhas
- consegui concluir a maioria dos planos que tracei pra vida, o que não significa que seja ruim
- fiz uma viagem de moto
- fiz jazz ou kung fu
- li Monteiro Lobato
- pensei que ter um filho poderia ser tão conflituoso dentro da gente
- tive videogame
- cumpri 70% das resoluções de ano novo
- usei drogas
- fui um exemplo da pontualidade
- entendi os filmes dos irmãos Cohen
- fiz sexo em lugares públicos
- fiz cirurgia, plástica ou não
- bonguei a comida alheia
- comi chicória, jiló e fígado
- gastei mais de 300 reais comigo em um dia
- sofri violência física
- conheci alguém pela internet
- conclui nenhum curso de inglês que comecei
- fiz dieta
- fiz academia
- dei uma festa à fantasia
- fui apaixonada por sapatos, ou saltos
- sonhei ir pra Disney
- quis ser astronauta, ou mulher de jogador de futebol
- morei em outro país
- estudei esperanto

O objetivo dessa lista... não sei, mas achei engraçado. Tristeza sobre algum item, também não, está longe de conter uma meta de vida nesses singelos pontos.
Cabe a mim apenas a reflexão de que o "essencial é invisível aos olhos" e que se eu nunca... talvez eu nunca precisasse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário